Em dia de protesto, Richa e Cida Borghetti não aparecem na ALEP

0

Sessão solene foi interrompida enquanto Rossoni lia mensagem do governo

Nem o governador Beto Richa (PSDB) e nem a vice Cida Borghetti (PP), figuras muito aguardadas pelos deputados da base,  compareceram à abertura da quarta sessão legislativa da ALEP (Assembleia Legislativa do Paraná), nesta segunda-feira, 05, em Curitiba. Na retomada das atividades no ano, os parlamentares  e o representante do governo foram recebidos com protesto pelos educadores/as do Paraná, em denúncia aos ataques cometidos pelo Governo Richa.

Os educadores/as ocuparam as galerias e acompanharam pacificamente a sessão da ALEP. O chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni (PSDB), lia a mensagem do governo que, ironicamente, falava em “avanços” na educação pública do Paraná, quando foi interrompido pelo presidente da ALEP, Ademar Traiano, também tucano. Sem explicações, Traiano suspendeu o trabalhos na Assembleia Legislativa.

Em seguida, os educadores/as de várias cidades do Paraná concentraram-se no Centro Cívico, que reúne os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. No ato público, os trabalhadores/as da educação reivindicaram a pauta da categoria, que inclui o pagamento da data-base, a reversão da resolução da distribuição de aulas (corte da hora-atividade e ataques à licenças), o não fechamento de turmas e escolas e o fim dos ataques aos PSS (redução de salários e desemprego)

Os educadores/as estão em estado de greve desde novembro de 2017 e têm assembleia marcada para o próximo mês de março, para definir os próximos passos da luta sindical.

Lembrança

A manifestação do educadores/as em Curitiba aconteceu às vésperas da histórica ocupação da ALEP, em 10 de fevereiro de 2015. Na ocasião, milhares de educadores tomaram as galerias do legislativo em protesto à votação da Comissão Geral, em que 34 deputados estaduais votaram a favor da medida impositiva que permitiu, em votação única, a imposição do “Pacote de Maldades 2” de Beto Richa. A ocupação impediu a aprovação de projeto que acabava com a carreira docente.

Share.

Leave A Reply