Mulheres convidam: neste sábado, ato Todos(as) pela Democracia em Foz

0

O ato público Todos(as) pela Democracia acontece neste sábado, a partir das 10h

A APP-Sindicato/Foz convida educadores(as), estudantes, mães e pais de alunos(as) para o ato público Todos(as) pela Democracia em Foz do Iguaçu, neste sábado, 20, às 10h. A concentração será no Bosque Guarani, perto do terminal de transporte coletivo, com caminhada pela Avenida Brasil, até a Praça da Paz.

O movimento representa a continuidade da mobilização #EleNão, que ganhou as redes e as ruas em todo o Brasil, contra as forças políticas que defendem um projeto atrasado, ultraconservador e de retirada de direitos, e que disputam o segundo turno das eleições para presidente.

A mobilização cidadã é ampla, respeita as diferenças e se unifica pela defesa da democracia e dos direitos humanos, e pela luta contra a retirada de direitos sociais e trabalhistas e o fascismo. O ato público é um chamado a mulheres e homens, com um forte apelo à juventude, para que reflitam sobre os dois projetos distintos que estão em disputa na eleição do próximo dia 28 de outubro.

“Nós, milhões de brasileiras, que ocupamos as ruas em todo país e fizemos o maior levante feminino da história empunhando através do #EleNão o enfrentamento ao fascismo e a todas as formas de violência, vamos protagonizar mais um importante capítulo desta luta pela liberdade, igualdade, trabalho, saúde e sobretudo, pela vida”, enfatiza o convite para o Todos(as) pela Democracia em Foz do Iguaçu.

A mobilização é suprapartidária e pacífica, em defesa do Brasil e do povo brasileiro. Os(as) educadores(as) e a sociedade brasileira não podem permitir a ascensão da misoginia, homofobia, do racismo e da xenofobia como projeto de poder.

Não é possível legitimar nas urnas um projeto de governo que pretende acabar com a estabilidade dos servidores(as), destruir a escola pública, passá-la para a iniciativa privada e generalizar o ensino a distância.

Não se pode admitir a eleição de um candidato que tem a violência como retórica, a mentira como prática, a barbárie como conceito e a retirada de direitos dos mais pobres para garantir o bem-estar dos ricos como programa.

ddc97395-db2c-495d-a7f5-d41bdd662e7d

Share.

Leave A Reply