Cartas à comunidade: Por que os(as) educadores(as) do Paraná irão paralisar dia 30 de Agosto?

0

A APP-Sindicato/Foz convoca a categoria para participar do ato estadual em Curitiba, nesta quinta-feira, 31. O ônibus de Foz do Iguaçu e região sairá nesta quarta-feira, 30, às 22h (em frente à loja Santi Móveis). A reserva de vaga deve ser feita pelo telefone (45) 3027-1893 ou pelo e-mail fozdoiguacu@app.com.br.

Por que os(as) educadores(as) do Paraná irão paralisar dia 30 de Agosto?

Em 2018 faz 30 anos que o ex-governador ÁLVRO DIAS, no dia 30 de agosto de 1988,
recebeu os/as professores/as que lutavam por melhores salários, melhores condições de
trabalho e por uma educação de qualidade com bombas, cassetetes, balas e cavalaria. Muitos
ficaram feridos;

Em 29 de abril de 2015, infelizmente, a história se repetiu. Dessa vez o governador BETO
RICHA, para aprovar uma reforma que prejudicou a aposentadoria dos servidores públicos,
ordenou que a Polícia Militar reprimisse violentamente com bombas, balas, cassetetes,
cachorros e tropa de choque os/as educadores/as e demais servidores/as que ali lutavam para
defender o seu direito de aposentar com dignidade. Mais de 200 ficaram feridos/as;

aa

Violência contra educadores(as) aconteceu novamente em 29 de abril de 2015, por ordens de Beto Richa

Os/as educadores/as estão há quase 3 anos sem o reajuste da inflação. Recentemente a
governadora CIDA BORGHETTI autorizou o reajuste apenas para os/as servidores/as do
judiciário e da Assembleia Legislativa;

O governo BETO RICHA/CIDA BORGHETTI reduziu a hora-atividade do/a professor/a, que agora precisa
atender mais alunos/as com menos tempo para preparar aulas e corrigir avaliações; reduziu,
também, o salário dos/as professores/as PSS;

Professores/as estão adoecendo: com salas superlotadas e mais turmas para atender, os/as
professores/as estão ficando doentes, entretanto, o governo, além de não dar assistência, ainda
pune aqueles/as que precisam se afastar para tratamento médico retirando aulas
extraordinárias, o que reduz o salário do/a professor/a;

Funcionários/as estão adoecendo: há 13 anos não se faz concurso público para Agentes
Educacionais I e II, o número de contratados/as é insuficiente para a demanda de trabalho, por
isso a sobrecarga tem levado muitos/as a adoecerem. Além disso, os/as funcionários/as PSS
tem o menor salário do estado;

O governo de MICHEL TEMER está impondo uma Reforma do Ensino Médio que irá desempregar
professores/as, além de retirar conteúdos e disciplinas importantes à formação de nossos
jovens;

Queremos a revogação da Reforma Trabalhista e da Lei das Terceirizações, que retiram
direitos dos/as trabalhadores/as, precarizam o trabalho e reduzem os salários;

Contra a Reforma da Previdência que irá aumentar a idade mínima e o tempo de contribuição
para a aposentadoria, entre outras mudanças prejudiciais aos trabalhadores/as.

A direção da APP-Sindicato/Foz

Share.

Leave A Reply