APP-Sindicato/Foz convida: Ação pela Vida das Mulheres

0

Ato acontece nesta sexta-feira, às 17h30, no Bosque Guarani, em Foz do Iguaçu

A Ação pela Vida das Mulheres acontece nesta sexta-feira, 3, às 17h30, no Bosque Guarani, em Foz do Iguaçu. A iniciativa integra a agenda nacional de mobilizações para que o aborto seja descriminalizado passe a ser tratado no contexto da saúde pública, como acontece em vários países.

A APP-Sindicato/Foz, conforme deliberação aprovada na última reunião do Conselho Regional, convoca os(as) educadores(as) a participar desse ato em defesa da vida das mulheres.

As mulheres iguaçuenses – assim como as mulheres do Brasil e do mundo – estão sempre nas ruas, nas greves, nas marchas. Estão na luta por direitos, contra a exploração capitalista, contra a ordem patriarcal-machista e denunciando todas as formas de violências que exploram, submetem, machucam e tiram a vida das mulheres.

Nesta semana, a luta é pelo mais fundamental entre todos dos direitos: O DIREITO À VIDA DAS MULHERES. A cada dois dias uma mulher morre no Brasil em decorrência de aborto ilegal.

A mobilização nacional pela vida pede que o aborto seja tratado como uma questão de saúde pública, não mais como crime, pois a sua criminalização não tem impedido que mulheres, principalmente as mulheres pobres, arrisquem as suas vidas utilizando-se dos métodos mais brutais. É sabido que mulheres ricas fazem aborto em clínicas clandestinas especializadas.

A ADPF n° 442 (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental), proposta por partidos políticos de esquerda e organizações sociais, está pautada para ser debatida nesta semana no Supremo Tribunal Federal. A ação pede que não seja crime o aborto até 12 semanas de gestação, para qualquer situação. SAIBA MAIS.

Trata-se de um pequeno passo, que ainda não abarca todo o debate necessário sobre o aborto no Brasil. Mas se aprovada, a medida terá um grande resultado na redução de mortes de mulheres.

Assim como as lutadoras argentinas, no Brasil exigimos “Educação sexual para decidir, anticoncepcional para prevenir e aborto legal para não morrer”.

É pela vida das mulheres!
Viva as queremos!
Nenhuma a menos!

Share.

Leave A Reply