APP adianta a Assembleia Estadual: data-base, já!

0

Em estado de greve e mobilizada para a Greve Geral em 14 de junho, categoria decidirá sobre rumos da luta em defesa dos direitos.

Contrariando as suas próprias promessas, o Governo Ratinho Junior até agora não anunciou o pagamento da data-base dos(as) servidores(as) e nem apresentou qualquer resposta para a pauta dos(as) educadores(as) da rede estadual.

Não dá mais para esperar! A categoria está em estado de greve e mobilizada para a Greve Geral em defesa da educação e da aposentadoria, no próximo dia 14 de junho. Por isso, o sindicato decidiu antecipar a realização da Assembleia Estadual já para o dia 15 de junho e definir coletivamente os rumos da luta pelos direitos dos(as) educadores(as).

Os dados apresentados recentemente na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) pelo secretário da Fazenda, Renê Garcia Júnior, em prestação de contas do primeiro quadrimestre, demonstram que o governo tem dinheiro para pagar as perdas salariais do funcionalismo provocadas pela inflação.

Nos primeiros quatro meses deste ano, o Governo do Paraná aumentou a arrecadação nas suas três principais fontes, ICMS, FPE e IPVA, que representam 70% dos recursos arrecadados pelo estado, conforme pontuaram  os deputados de oposição, durante a audiência na ALEP.

O que é certo no momento é que só com mobilização no chão da escola e nas ruas, o governo atenderá a pauta. É importante lembrar, também, que o Brasil vive uma conjuntura de ataques à educação e que a reforma da Previdência está em tramitação.

Deste modo, os(as) trabalhadores(as) da educação do Paraná devem participar ativamente das lutas unificadas conta o corte de recursos para a educação e em defesa da aposentadoria, para que essas medidas não tenham desdobramentos no estado e retirem recursos da escola pública e direitos dos(as) educadores(as).

Sexta-feira, 14 de junho, é Greve Geral.
Sábado, 15 de junho, Assembleia Estadual da APP, em Curitiba. 
Juntos(as) somos fortes!

 

Share.

Leave A Reply