Profissão: educador(a). 7 de agosto é dia do(a) funcionário(a) de escola

0

Diego Valdez

O Dia do Funcionário(a), há nove anos, surgiu como um importante marco para nós, funcionárias e funcionários da educação. Nessa data, deixamos de ser considerados apenas como funcionários(as) operacionais e administrativos(as), e, por força da LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação), passamos a ser considerados PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO ou EDUCADORAS e EDUCADORES.

No sentido de conquista da valorização profissional, esse marco parece pequeno, porém é muito significativo, uma vez que através desse reconhecimento conseguimos consolidar planos de carreiras, políticas de formação continuada, formação pedagógica voltada aos profissionais não docentes.

Tudo isso mudou a realidade nas escolas, pois mudou a forma como nós funcionárias e funcionários vemos a escola, os(as) estudantes e o nosso próprio trabalho, para além das funções administrativas e operacionais que exercemos. Mas, principalmente, mudou a forma como a escola (professoras e professores, direções, alunos(as) e comunidade escolar como um todo) enxergam o nosso trabalho.

Há ainda muito chão a ser percorrido para que tenhamos a escola ideal. Nove anos é pouco tempo para uma transformação completa, mas tempo o bastante para vermos frutos dessa luta. É esse o entendimento que temos de ter em mente: esse reconhecimento é fruto de nossa luta! Por identidade profissional, por condições de trabalho, por formação continuada, por valorização de salários e, sobretudo, por uma educação pública de qualidade. Já foram 9 anos, ainda temos muitos pela frente e sei que não nos furtaremos dessa luta.

Aos amigos(as), companheiros(as), colegas funcionários(as): em nome da direção da APP-Sindicato/Foz parabenizo o belo trabalho de fazer a educação pública acontecer, mas também deixar nosso muito obrigado por fazerem esse belo trabalho.

Diego Valdez é funcionário de escola e presidente da APP-Sindicato/Foz

Share.

Leave A Reply