Gaeco prende prefeito de Santa Terezinha de Itaipu, aliado de Beto Richa, Rossoni e Traiano

0

 Gestão de Cláudio Eberhard comemorou obra embargada de escola: “dentro do cronograma”

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) prendeu preventivamente o prefeito de Santa Terezinha de Itaipu, Cláudio Eberhard (PSDB), nesta quarta-feira, 9, durante a Operação Saruê. Ele teve a suspensão do exercício das funções públicas decretada pelo Tribunal de Justiça do Paraná, órgão que determinou a detenção do gestor.

Com Eberhard, foram presos um vereador, um servidor público que é ex-secretário municipal e três empresários. Eles são acusados de fazer parte de um esquema criminoso que envolveria a compra de terrenos a preços desvalorizados, mediante decretos de utilidade pública. O grupo ainda seria responsável por fraudes em licitações e na execução de serviços e obras públicas.

Cláudio Eberhard mantinha estreita relação com o ex-governador Beto Richa e os deputados Valdir Rossoni e Ademar Traiano, todos tucanos como ele. Traiano recebeu de Cláudio Eberhard o título de cidadão honorário de Santa Terezinha de Itaipu, honraria aprovada pelo grupo do prefeito na Câmara de Vereadores.

AA

Cláudio Eberhard com Beto Richa e Ademar Traiano: aliados. 

Em 2017, professores da base da APP-Sindicato/Foz foram agredidos por guardas patrimoniais e membros do staff político de Eberhard. Os educadores protestavam em evento em Santa Terezinha contra os desvios de recursos para a construção de escolas investigados pela Operação Quadro Negro. Estavam presentes na solenidade Rossoni, Traiano e Pepe, irmão e ex-secretário de Beto Richa.

Obra inacabada, prefeito feliz

Recentemente, Cláudio Eberhard fez publicar nos meios oficiais da prefeitura que as obras do Colégio Arcângelo Nandi “seguem dentro do cronograma”. Ele comemorou o andamento da construção. A escola era para ser inaugurada no primeiro semestre de 2015. O prefeito nunca incomodou-se com a paralisação ou superfaturamento da obra.

Com a estrutura no alicerce, a Construtora Valor recebeu quase R$ 4 milhões até o embargo da obra, que terminada custaria R$ 3,2 milhões. A nova sede da Arcângelo Nandi integra a lista de escolas que deixaram de ser construídas e os recursos foram desviados. O esquema teria beneficiado o ex-governador Beto Richa e seu grupo político, sustentam as investigações da Operação Quadro Negro.

Leia mais:

Quadro Negro: prefeitura diz que obra embargada está “dentro do cronograma”

Professores/as são agredidos em ato contra a corrupção no Governo Richa

Santa Terezinha de Itaipu concede Título de Cidadão Honorário ao Deputado Ademar Traiano

Share.

Leave A Reply