Debate sobre militarização das escolas acontece nesta sexta

0

Na Unioeste/Foz, educadores do Rio de Janeiro também discutirão qualidade da educação

Os professores do Rio de Janeiro Rodrigo Lamosa e Luísa Colombo debaterão “Militarização das escolas e qualidade da educação” nesta sexta-feira, às 19h, no miniauditório da Unioeste/Foz. Promovido pela APP-Sindicato/Foz, o diálogo é aberto para toda a comunidade, sem inscrição prévia.

Doutor em Educação, o professor Rodrigo Lamosa é docente da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Luísa Colombo é professora do Colégio Dom Pedro II, instituição da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro.

O debate é uma parceria entre os núcleos sindicais da APP de Foz do Iguaçu e Toledo, e acontecem nas duas cidades. A militarização das escolas é um tema atual e presente na educação, com várias iniciativas sendo implantadas no Paraná e em outros estados do Brasil.

“A militarização da escola é uma realidade e está na plataforma de muitos candidatos. O modelo acaba com a eleição de diretor, por exemplo, e as relações nas escolas passam a ter um caráter militar, hierárquico e autoritário que não forma um ser humano crítico”, afirma Silvio Borges, secretário de Finanças da APP-Sindicato/Foz.

A militarização das escolas é uma forma de terceirizar a educação, e que por isso afetará a qualidade do ensino. “E se somos contra o ódio e a violência presentes no dia a dia temos que defender uma escola humanística, que forme para a democracia e os direitos humanos”, expõe Borges.

Debate “Militarização das escolas e qualidade da educação”
Data: 31 de agosto (sexta-feira), às 19h
Local: miniauditório da Unioeste/Foz
Aberto ao público

debate militarização

Share.

Leave A Reply