Categoria em alerta: vereadores/as de Foz podem votar “ideologia de gênero” nesta quinta-feira

0

Mordaça na educação é um projeto do ex-vereador Dr. Brito

Os educadores/as iguaçuenses acompanham a pauta das próximas sessões da Câmara de Vereadores de Foz do Iguaçu. Conforme informações obtidas pela direção da APP-Sindicato/Foz, o projeto que “proíbe” a “ideologia de gênero” poderá ser votado em segunda discussão nesta quinta-feira, 3, às 9 horas. A pauta do Legislativo será divulgada na próxima quarta-feira.

Embuste ideológico e eleitoreiro criado em nível nacional por políticos ligados a setores ultraconservadores, a proposta começou a tramitar na Câmara de Foz em 2017, sendo de autoria do ex-vereador Dr. Brito, até então no partido Patriotas. Após apresentar-se como ferrenho defensor dos “valores morais”, Brito foi preso pela Polícia Federal em janeiro deste ano, sob suspeita de fraudar contratos na área da saúde pública e renunciou ao mandato.

a

Vereadores/as podem votar projeto da “ideologia de gênero” nesta quinta-feira, 3. 

Para educadores/as e especialistas em educação, o termo “ideologia de gênero” não passa de uma narrativa e uma abstração para impor a censura à escola. Juntos, Escola sem Partido “ideologia de gênero” formam a Lei da Mordaça. O efeito direto é impedir que o ambiente escolar aborde temas relevantes para a formação de crianças, adolescentes e jovens, como sexualidade, gênero, homofobia. Também cria um clima de ameaças e denuncismo contra educadores/as e suas práticas educativas.

Em sessão no dia 10 de março, os vereadores de Foz do Iguaçu aprovaram em primeira discussão uma emenda que altera a LOM (Lei Orgânica Municipal) para “proibir” a “ideologia de gênero”. O placar foi de 14 votos contra um. A votação resultou de uma manobra para que a população não pudesse acompanhar a deliberação, pois a pauta do Legislativo anunciava apenas a leitura de pareceres sobre o projeto, não a sua votação.

Leia mais:

Escola sem Partido e a falsa “ideologia de gênero”, texto da educadora Danielli Ovsiany Becker

Existe “ideologia de gênero”? Entrevista da doutora em Educação Jimena Furlani

Câmara de Foz aprova projeto de “ideologia de gênero” do Dr. Brito, preso pela PF

Vereadores que votaram a favor da mordaça:

Anderson Andrade – PSC

Beni Rodrigues – PSB

Celino Fertrin – PDT

Elizeu Liberato – PR

Inês Weizemann – PSD

Jeferson Brayener – PRB

João Miranda – PSD

João Sabino – Patriotas

Kako – Podemos

Nanci Rafain Andreola – PDT

Protetor Jorge – PTB

Rogério de Quadro – PTB

Rosane Bonho – PP

Tenente-Coronel Jahnke – Podemos

Share.

Leave A Reply