Browsing: Notícias

Nessa terça-feira, 19, dirigentes da do Centro de Direitos Humanos e Memória Popular e da APP-Sindicato/Foz formalizaram pedido para o tombamento do Colégio Bartolomeu Mitre como patrimônio cultural de Foz do Iguaçu. A audiência com gestores públicos repercutiu em diferentes meios de comunicação. Pela relevância do tema, a equipe jornalística da prefeitura produziu matéria sobre o assunto e a veiculou na Agência Municipal de Notícias, órgão da comunicação pública de Foz do Iguaçu. O material rapidamente foi suprimido do site. NOTA PÚBLICA O Centro de Direitos Humanos e Memória Popular de Foz do Iguaçu, vem a público repudiar a repentina…

Da APP Estadual Proposta enviada ao Congresso também prevê que funcionários(as) de escola contribuam 40 anos para ter 100% do benefício. O governo federal entregou hoje (20) ao Congresso Nacional a Proposta de Emenda Constitucional que altera o sistema de aposentadoria dos(as) trabalhadores(as) públicos(as) e privados(as). De acordo com o texto, os(as) professores(as) e a população mais pobre terão o benefício reduzido e regras mais duras para tentar acesso a esse direito. Ao contrário da propaganda oficial, a medida também não combate privilégios. Um exemplo disso é decisão do presidente, Jair Bolsonaro (PSL), que deixou os(as) militares(as), categoria da qual…

Sindicatos de Foz lançam campanha para defender o direito à aposentadoria. Integrantes de sindicatos e movimentos sociais iniciam, nesta quarta-feira, 20, agenda em Foz do Iguaçu contra a reforma da Previdência. A primeira atividade será uma panfletagem no Terminal de Transporte Urbano (TTU) e nas avenidas próximas, a partir das 17 horas. Defendida pelo governo federal, a reforma terá impacto na aposentadoria de trabalhadores de empresas e servidores públicos federais, estaduais e municipais. A proposta deverá ser protocolada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) no Congresso Nacional nesta quarta-feira. A mobilização em Foz do Iguaçu integra a agenda nacional instituída por…

Foram aprovadas ações em defesa da jornada de trabalho, contra a Reforma da Previdência e a construção da Marcha das Mulheres. Em Assembleia Extraordinária neste sábado, 16, educadores(as) da base da APP-Sindicato/Foz definiram as mobilizações em Foz do Iguaçu e região até a próxima Assembleia Geral da categoria, prevista para o mês de março. Há pautas específicas da categoria e lutas gerais dos(as) trabalhadores(as). A primeira mobilização dos(as) educadores(as) será a participação no ato estadual na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), na próxima terça-feira, 19. A categoria fará ato público e irá pressionar deputados estaduais para que se manifestem a…

Base da APP-Sindicato/Foz tem 5 vagas em ônibus que sai na segunda-feira à noite. Na próxima terça-feira, 19, educadores(as) fazem mobilização e pressão junto aos(às) deputados(as) estaduais para cobrar posicionamento a favor da manutenção da jornada de trabalho de pedagogas(as) e professores(as) readaptados(as). Na resolução de distribuição de aulas deste ano, o Governo Ratinho Junior instituiu a hora-relógio para os profissionais da pedagogia e readaptados(as), em detrimento da hora-aula, direito assegurado em lei. É mais tempo de serviço pelo mesmo salário, desorganizando o funcionamento da escola e prejudicando alunos(as), mães e pais. Para fortalecer o ato dos educadores(as) em Curitiba…

Encontro neste sábado definirá a mobilização da categoria. A cada início de ano letivo, os prejuízos causados pelas medidas do Governo do Paraná à educação pública e aos direitos dos(as) educadores(as) são ainda mais evidentes. Em 2019, a equipe de Ratinho Junior (PSD) se esforça para fazer parecer que há normalidade e satisfação nas escolas. Não há. As primeiras ações da “nova” gestão estadual revelam o viés mercadológico do governo. E mais: a resolução de distribuição de aula deste ano impõe ataque contra a jornada de trabalho dos(as) educadores(as), elevando as horas trabalhadas para suprir a falta de servidores(as) provocada…

1 2 3 172